“A mais bela profissão de fé é aquela que, como um raio, dissipa as trevas da sua alma.” (Padre Pio de Pietrelcina)

Testemunhar a fé

Ela nos reveste da graça de Deus

Quem é que nunca passou por tribulações e perseguições e diante destas realidades teve sua fé balanceada? Se você não passou por estes momentos prepare seu coração e sua alma, pois não há como fugir, mais cedo ou mais tarde eles virão. Porém,embora passemos por tribulações em nossa vida, estes são os momentos propícios para colocarmos nossa fé em prática.

Colocar a fé em prática, refire-se ao testemunho de vivência do Evangelho que cada um de nos precisamos oferecer ao mundo. E ao longo do nosso dia temos muitas oportunidades de vivermos conforme a vontade de Deus, quer seja mediante uma injustiça, traição, perseguição, se colocamos nossa fé em Cristo Jesus, nada será capaz de nos abalar. É engano pensarmos que existe um cristianismo sem o caminho da cruz.

Jesus disse aos discípulos: “Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me.” (Mt 16,24). Aqueles cristãos que possuem a consciência na fé que a dor faz parte da vida humana saberá enfrentar os sofrimentos e ao mesmo tempo serem felizes.

Estamos a poucos dias do início do Ano da Fé – dia 11 de outubro, proclamado pelo Papa Bento XVI, com esta motivação, nosso querido Papa deseja que nossa fé seja embasada e firme em Cristo, aquele que morreu, ressuscitou e esta em meio a nós. Afirma o Santo Padre na Carta Apostólica Porta Fidei: “A renovação da Igreja realiza-se também através do testemunho prestado pela vida dos crentes: de facto, os cristãos são chamados a fazer brilhar, com a sua própria vida no mundo, a Palavra de verdade que o Senhor Jesus nos deixou.” “Sem fé é impossível agradar a Deus” (Hb 11, 6).

Não percamos a oportunidade de em cada situação adversa testemunhar nossa fé. As graças de Deus para nós neste tempo é que vivamos com esperança. Esperança que nasce da certeza da fé. A fé nos reveste da graça de Deus. A fé vivenciada nas dificuldades nos fortalece a não ficarmos centrados em nós mesmos, mas buscarmos o Senhor.

Sejamos humildes em reconhecermos que não temos capacidade de resolver nenhum problema sozinhos. Mas com o Senhor tudo podemos. Desta forma, que ao longo da nossa jornada e principalmente neste Ano da Fé, possamos ser animadores uns dos outros, por meio do nosso testemunho de fé.

Adailton Batista
http://blog.cancaonova.com/metanoia

Os comentários estão desativados.